terça-feira, 29 de julho de 2008

SIMPLESMENTE PORQUE ABRIL É QUANDO UM HOMEM QUISER

Em memória do Zeca. Em memória de todos aqueles que, com o canto e as palavras, fizeram a revolução de Abril e nos incentivam a continuar Abril.
Contra os vampiros comilões que vão cada vez mais proliferando por este país fora.


1 comentário:

Moriae disse...

Sempre em grande força, Hurtiga!
Bjos!
M.