sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Halloween


BOJARDA DO DIA AQUI

LENGALENGA



Ladaínha da Grande Queimada das Bruxas



Sapos e bruxas, mouchos e crujas,
demonhos, trasgos e dianhos,

spírtos das eneboadas beigas,

corvos, pegas e meigas,

feitiços das mezinheiras,

lume andante dos podres canhotos furados,

luzinha dos bichos andantes,

luz de mortos penantes,

mau olhado, negra inveija,

ar de mortos, trevões e raios,

uivar de cão, piar de moucho,

pecadora língua de má mulher

cum home belho.

Vade retro, Satanás,

prás pedras cagadeiras!

Lume de cadávres ardentes,

mutilados corpos dos indecentes peidos de infernais cus.

Barriga inútil de mulher solteira,

miar de gatos que andam à janeira,

guedelha porca de cabra mal parida!

Com esta culher levantarei labaredas deste lume,

que se parece co do Inferno.

Fugirão daqui as bruxas,

por riba de silbaredos e por baixo de carbalhedos,

a cabalo na sua bassoira de gesta,

pra se juntarem nos campos de Gualdim.

pra se banharem na fonte do areal do Pereira...

Oubide! Oubide

os rugidos das que estão a arder nesta caldeira de lume.

E cando esta mistela baixe polas nossas gorjas,

ficaremos libres dos males e de todo o embruxamento.

Forças do ar, terra, mar e lume,

a vós requero esta chamada:

Se é verdade que tendes mais poder

que as humanas gentes,

fazei que os spírtos ausentes

dos amigos que andam fora

participem connosco desta queimada!

A ASSOMBRAÇÃO


15 DE NOVEMBRO MANTÉM-SE


TROCAS E BALDROCAS


Um plano genial
PLANO PARA SALVAR PORTUGAL DA CRISE
Passo 1: Trocamos a Madeira e os Açores pela Galiza, mas os espanhóis têm que levar o Sócrates.
Passo 2: Os galegos são boa onda, não dão chatices e ainda ficamos com o dinheiro gerado pela Zara (é só a 3ª maior empresa de vestuário). A indústria têxtil portuguesa é revitalizada. A Espanha fica encurralada entre os Bascos e o Sócrates.
Passo 3: Desesperados, os espanhois tentam devolver o Sócrates. A malta não aceita.
Passo 4: Oferecem também o Pais Basco. A malta mantem-se firme e não aceita.
Passo 5: A Catalunha aproveita a confusão para pedir a independência. Cada vez mais desesperados, os espanhois devolvem-nos a Madeira e os Açores e dão-nos ainda o Pais Basco e a Catalunha. A contrapartida é termos que ficar com o Sócrates. A malta arma-se em difícil mas aceita.
Passo 6: Damos a independência ao País Basco. A contrapartida é eles ficarem com o Sócrates. A malta da Eta pensa que pode bem com ele e aceita sem hesitar. Sem o Sócrates Portugal torna-se um paraíso e a Catalunha não causa problemas.
Passo 7: Afinal a Eta não aguenta o Sócrates, e o País Basco pede para se tornar território português. A malta faz-se difícil mas aceita (apesar de estar lá o Sócrates).
Passo 8: Fazemos um acordo com o Brasil. Eles enviam-nos o lixo e nós mandamos-lhes o Sócrates.
Passo 9: O Brasil pede para voltar a ser colónia portuguesa. A malta aceita e manda o Sócrates para os Farilhões das Berlengas apesar das gaivotas perderem as penas e as andorinhas do mar deixarem de pôr ovos.
Passo 10: Com os jogadores brasileiros mais os portugueses Portugal torna-se campeão do mundo de futebol!
Passo 11: Os espanhóis ficam tão desmoralizados, que nem oferecem resistência quando os mandamos para Marrocos.
Passo 12: Unificamos finalmente a Península Ibérica sob a bandeira portuguesa.
Passo 13: A dimensão extraordinária adquirida que une a Península e o Brasil, torna-nos verdadeiros senhores do Atlântico. Colocamos portagens no mar, principalmente para os barcos americanos, que são sujeitos a uma sobretaxa tão elevada que nem o preço do petróleo os salva.
Passo 14: Economicamente asfixiados eles tentam aterrorizar-nos com o Bin Laden, mas a malta ameaça enviar-lhes o Sócrates e eles rendem-se incondicionalmente. Está ultrapassada a crise!
(Receita recebida por mail)

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

CONTRASTES


Imagem daqui
Quanto custa o sucesso dos meninos da Academia de Música de Santa Cecília? CONFIRA



DIZ QUE É UMA ESPÉCIE DE TINTIN

Imagem daqui

Tintin:

- Espera, Milu! Falta qualquer coisa...

Milu:

- Ão ão!

Tintin:

- Pois claro! Tens razão, Milu! É o "magalhães"!

Cinco minutos de glória além fronteiras

O homem não pára!

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

A HISTÓRIA REPETE-SE. AINDA DIZEM QUE NÃO...


Entre a FICÇÃO e a REALIDADE
Ontem como hoje.

PAPAGAIO FALANTE

Curioso... vim hoje da escola com vontade de colocar aqui qualquer coisa do género...

ISTO ESTÁ MAU MAS AINDA VAI FICAR PIOR...

Notícia TSF comentada:


"Conselho Nacional de Educação propõe alternativas ao chumbo dos alunos até aos 12 anos"


"O Conselho Nacional de Educação tem pronto um parecer para entregar ao Governo, onde sugere que sejam encontradas alternativas aos chumbos dos alunos até aos 12 anos. A aposta deve assentar em medidas eficazes de apoio aos estudantes com maiores dificuldades.
Para o órgão consultivo do Governo para a Educação, as repetições são «um problema que tem proporções catastróficas para os alunos». (COMO, POR EXEMPLO, FICAREM MAIS UM ANO A APRENDER AQUILO QUE NÃO APRENDERAM OU SE RECUSARAM A APRENDER E, POR ISSO, E SÓ POR ISSO, ATRASAREM A SUA ENTRADA NA VIDA ACTIVA QUE ESTÁ AÍ A OFERECER EMPREGOS A CADA ESQUINA?)
Segundo a edição esta quarta-feira do Diário Económico o Conselho Nacional de Educação recomenda ao Executivo para que encontre alternativas às repetições.
Só desta forma se pode atingir bons desempenhos por parte dos alunos e resolver os problemas de insucesso escolar, considera o parecer aprovado em plenário.
Nas propostas avançadas pelo Conselho Nacional de Educação estão estratégias de apoio aos alunos, intervenções aos primeiros sinais de dificuldades e estratégias de diferenciação pedagógica. (TUDO FEITO DENTRO DA SALA DE AULA, CLARO! COM TURMAS DE PERTO DE 30 ALUNOS...)
O Diário Económico refere que, na Finlândia, onde existe o melhor desempenho escolar do mundo, não há aluno que reprove na escolaridade obrigatória. (LÁ ESTÁ OUTRA VEZ O EXEMPLO DA FINLÂNDIA... PARA O QUE INTERESSSA...)
Já na Irlanda e na maioria dos países com bons resultados, as repetições foram substituídas por estratégias de apoio aos alunos. (CLARO QUE, SE NÃO HÁ RETENÇÕES, SÃO PAÍSES COM BONS RESULTADOS! LA PALISSE...)
O Conselho Nacional de Educação quer acabar de vez com a ideia de que repetir o ano nunca fez mal (E NÃO! TAL COMO LEVAR UMA PALMADA NA ALTURA CERTA!) e por isso recomenda ao Governo que estude as soluções adoptadas noutros países.
No parecer fica a ideia de que o passar de ano sem que se tenha aprendido não é solução, mas a repetição também não o é, especialmente quando a responsabilidade da falta de aprendizagem é atirada (POR QUEM? PELOS PROFESSORES; CLARO...) para o aluno ou para a família."
Esta perspectiva teve desde logo o aplauso do "merceeiro":

"O secretário de Estado da Educação concorda com a existência de alternativas aos chumbos de alunos até aos 12 anos, mas recusou o fim das repetições de ano. À TSF, Valter Lemos explicou que têm de existir «mecanismos de alternativa» para os que têm mais dificuldades."

O secretário de Estado da Educação concorda com a recomendação do Conselho Nacional da Educação no sentido de arranjar alternativas aos chumbos de alunos até aos 12 anos, mas recusou o fim das repetições de ano por decreto. (NÃO QUEREM ASSUMIR A RESPONSABILIDADE DO DESASTRE, É?)
«Não está escrito nas estrelas que os miúdos têm de forçosamente não aprender e repetir. O que deve estar escrito é que devem aprender», explicou Valter Lemos.
À TSF, este governante frisou ainda que devem sim existir «mecanismos de alternativa e de apoio de recuperação para eventualmente para os que aprendem mais devagar e que têm mais dificuldades para permitir que consigam aprender».
Para este secretário de Estado, a premissa correcta é que os «alunos têm de atingir os objectivos», algo que o Governo acredita poder atingir com a sua estratégia para a Educação. (AUXILIANDO COM OS "MAGALHÃES", TALVEZ?)

terça-feira, 28 de outubro de 2008

VAMOS COMEÇAR A ENSAIAR

PARA SER ENTOADO AO SOM DOS DITOS DOS RECRUTAS EM TREINO MILITAR:

A Escola está um caos!
Estamos fartos de ministros maus!
Estamos aqui por vontade nossa!
Desta vez vai fazer mossa!
Em Novembro vai aquecer!
Desta vez é pr'a valer!
É precisa uma revolução!
E acabar com esta avaliação!
Esta avaliação é uma vergonha!
Acabemos com a peçonha!
Sempre fomos avaliados!
Agora somos maltratados!
Repetimos agora aqui!
Milu, não gostamos de ti!
É com tristeza que vemos!
À proa o Valter Lemos!
E noutro lugar charneira!
A desgraça do Pedreira!
É CLARO QUE É PARA O DIA 15!!!!!

"Não é uma boa sugestão para o M.E.?"

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

É possivel mudar

Fonte: http://wehavekaosinthegarden.wordpress.com/

É possivel mudar

«O Partido Democrata, principal força política da esquerda italiana, reuniu ontem cerca de dois milhões e meio de manifestantes nas ruas de Roma em protesto contra o Governo conservador do primeiro-ministro Silvio Berlusconi.» In [DN]

É ESTRATÉGIA "D'INGINHEIRO", CARAGO!

Imagem daqui
Todos nós já sabemos que, em ano de eleições, os governos encontram sempre umas economias que estavam escondidas. Como quando começa o Inverno e nos damos com uns trocos no fundo dos bolsos dos casacos, sabem?
Tal o "inginheiro" agora: primeiro atira-nos para o buraco, depois parece que vem salvar mas o buraco continua lá...
Opinião de Daniel Oliveira publicada no Expresso Online:

"Sim, já podemos"


«Durante três anos ouvimos a conversa do inevitável. Escolas e urgências fecharam porque não havia dinheiro. Museus ficaram sem vigilantes por causa dos cortes orçamentais. O tempo de reforma foi encurtado porque a segurança social não era sustentável. Os impostos subiram porque tínhamos de fazer sacrifícios. Os funcionários públicos, e com eles os do privado, perderam quase 10% de poder de compra nos últimos anos porque não podíamos pagar aumentos salariais. O défice, que, como era previsível, deixou agora de ser uma prioridade para a Europa, explicava tudo. Só não explicava as obras públicas megalómanas.
Até que se aproximam as eleições e tudo passa a ser possível. Podemos pagar aumentos salariais, aumentos nas reformas, tudo. Agora Sócrates diz, preocupado, que todas as famílias precisam de ajuda. Não precisavam antes? Ou não terá dado o nosso primeiro-ministro pela crise que nos acompanha, mais do que aos restantes europeus, há uns anos? Não terá reparado no aumento do desemprego que atira milhares para a miséria? Não terá reparado no desespero da classe média que, com o aumento das taxas de juro, não sabe como continuar a pagar as prestações da casa?
Mas afinal era possível. Afinal havia dinheiro. O Governo estava apenas a guardar-se para o ano de todas as eleições. E foi neste preciso momento que saiu a sorte grande ao PS: a crise financeira internacional. Três em um: o Governo tem um argumento para abrir os cordões à bolsa, tem um álibi para a crise nacional - que, na realidade, é anterior à crise mundial - e começa já a escrever o guião em defesa da estabilidade política e da maioria absoluta. Com que cara Sócrates vai voltar a exigir sacrifícios depois das eleições? Com a mesma de sempre. Mais uma vez, será culpa da crise.»

domingo, 26 de outubro de 2008

ESCOLHA O SEU DIA

Imagem daqui
Amanhã é segunda-feira. Com que cara vai sair? Escolha o seu dia!

POEMA


FIM

Quando eu morrer batam em latas,
Rompam aos saltos e aos pinotes,
Façam estalar no ar chicotes,
Chamem palhaços e acrobatas!
Que o meu caixão vá sobre um burro
Ajaezado à andaluza...
A um morto nada se recusa,
Eu quero por força ir de burro.

Mário de Sá Carneiro

sábado, 25 de outubro de 2008

Ó PA MIM A BINCAI!

Foto Sol



Foi na loja do Mestre André

Que eu comprei um pianinho

Ai olé, ai olé,

Foi na loja do Mestre André.

Ai olé. ai olé,

Foi na loja do Mestre André.

^^~~~~~~~~~~~~~~^^

Foi na loja do Mestre André

Que eu comprei um "magalhães"

Ai olé, ai olé,

Não o vou largar jamé!

Ai olé ai olé,

Não o vou largar jamé!



O ÚLTIMO VÓMITO DO RANGEL...

Imagem daqui


Vou transcrever não por admiração, note-se, mas para realçar os salpicos de vomitado que este mentecapto ao serviço do poder podre tem a nojenta ousadia de deitar cá para fora!


"Coisas do Circo"
"Os autistas"
"Quem ouve os dirigentes sindicais falar só pode tirar uma de duas conclusões: ou estão loucos, autistas, incapazes de apresentar propostas sensatas e lúcidas, ou são demasiado estúpidos, inconscientes, e não dispõem de nenhuma informação exacta sobre o que se passa no País, na Europa e no Mundo.
É que os dirigentes sindicais comportam-se como se fossem os maiores inimigos dos trabalhadores portugueses. Dizem e repetem as maiores enormidades, fazem reivindicações salariais como se vivêssemos no melhor dos mundos e mostram-se incapazes de pensar, raciocinar, tendo por base soluções com um mínimo de razoabilidade, no contexto da monumental catástrofe económica. Reparem nestes dados: os três maiores bancos portugueses já caíram em 2008 para metade da sua capitalização bolsista.
Diz o ‘Jornal de Negócios’ que BCP, BPI e BES, desde Janeiro, perderam 14,7 mil milhões de euros e que estes três bancos juntos valem menos agora do que o maior banco privado português valia em Janeiro. A Jerónimo Martins afundou-se nos 3,60 euros. Em apenas três dias perdeu um terço do seu valor de mercado. Desde o início do mês a Galp já caiu 42,10% e a Portugal Telecom 27,99%. Mas olhemos lá para fora. Os EUA registaram o maior défice da sua História. Os irlandeses subiram os impostos e estimam um défice de 6,5%. A Islândia está na bancarrota, sem dinheiro sequer para pagar os salários da Função Pública. A Grécia já excedeu todos os limites comunitários para o défice deste ano e o governo anuncia grandes cortes para 2009. Espanha, França e Reino Unido passam também por momentos difíceis. Esta é uma pequena amostra da tragédia em que estamos envolvidos, com os mais conceituados políticos, economistas e financeiros a tentarem encontrar uma saída para este clima caótico, até agora sem nenhum resultado.
Pois então os dirigentes sindicais têm a suprema ousadia de aparecerem a propor 5, 6 e 7% de aumento mínimo de salários para a Função Pública, 'porque 2,9% não dá para recuperar o poder de compra perdido nos últimos anos'. Não há ninguém que explique a estes parolos que o que está em causa é segurar os postos de trabalho quando são anunciados em todo o Mundo despedimentos e mais despedimentos?
Se o Governo aceitasse aumentos deste valor lançava Portugal num buraco-negro sem fim à vista. Os trabalhadores portugueses não podem deixar os seus interesses vitais nas mãos de dirigentes sindicais que vivem longe da realidade."
Emídio Rangel, jornalista

COMENTÁRIO: VÁ PARA A MERDA!

A BALELA CONTINUA

ENTREVISTA A JOSÉ DE SOUSA, MAIS CONHECIDO POR SÓCRATES, "O INGINHEIRO" TSF


DESTACO E COMENTO:

"... o chefe do Governo admite melhorar o método de avaliação, mas acrescenta que «ele tem de se fazer» (MAS NÃO ESTE!). Sócrates defende que «a escola é melhor hoje porque aponta os seus melhores» (MENTIRA!), premiando o mérito. (MENTIRA)
Sobre a indisciplina nas escolas, o primeiro-ministro assegura que os dados que o Governo tem na sua posse «não mostram um agravamento da violência e da indisciplina» (DUVIDO!), mas «porque ela existe» o Executivo está preocupado.(NÃO PARECE!) Para mudar as coisas a este nível, José Sócrates garante que o seu Governo «está a valorizar o papel do professor e a sua autoridade». (A MAIS REDONDA MENTIRA!!!)

UM REFERENDO JÁ!

Desenho de Henrique Monteiro
Depois de lhes termos comprado as cartolas com o dinheiro que nos roubaram, ainda as vamos encher com o dinheiro que nos vão continuar a roubar!

VAMPIROS! ONTEM COMO HOJE.

Os vampiros

No céu cinzento sob o astro mudo
Batendo as asas Pela noite calada
Vêm em bandosCom pés veludo
Chupar o sangue resco da manada

Se alguém se engana com seu ar sisudo
E lhes franqueia As portas à chegada
Eles comem tudo Eles comem tudo
Eles comem tudo E não deixam nada
Bis]

A toda a parte Chegam os vampiros
Poisam nos prédios Poisam nas calçadas
Trazem no ventre Despojos antigos
Mas nada os prende Às vidas acabadas
São os mordomos Do universo todo
Senhores à força Mandadores sem lei
Enchem as tulhas Bebem vinho novo
Dançam a ronda No pinhal do rei
Eles comem tudo Eles comem tudo
Eles comem tudo E não deixam nada

No chão do medo Tombam os vencidos
Ouvem-se os gritos Na noite abafada
Jazem nos fossos Vítimas dum credo
E não se esgota O sangue da manada
Se alguém se engana Com seu ar sisudo
E lhe franqueia As portas à chegada
Eles comem tudo Eles comem tudo
Eles comem tudo E não deixam nada

Eles comem tudo Eles comem tudo
Eles comem tudo E não deixam nada
Zeca Afonso

LEMBRAR ANTÓNIO VIEIRA

"Olhai, peixes, lá do mar para a terra. Não, não: não é isso o que vos digo. Vós virais os olhos para os matos e para o sertão? Para cá, para cá; para a cidade é que haveis de olhar. Cuidais que só os Tapuias se comem uns aos outros? Muito maior açougue é o de cá, muito mais se comem os Brancos. Vedes vós todo aquele bulir, vedes todo aquele andar, vedes aquele concorrer às praças e cruzar as ruas; vedes aquele subir e descer as calçadas, vedes aquele entrar e sair sem quietação nem sossego? Pois tudo aquilo é andarem buscando os homens como hão-de comer e como se hão-de comer. Morreu algum deles, vereis logo tantos sobre o miserável a despedaçá-lo e comê-lo. Comem-no os herdeiros, comem-no os testamenteiros, comem-no os legatários, comem-no os acredores; comem-no os oficiais dos órfãos e os dos defuntos e ausentes; come-o o médico, que o curou ou ajudou a morrer; come-o o sangrador que lhe tirou o sangue; come-a a mesma mulher, que de má vontade lhe dá para a mortalha o lençol mais velho da casa; come-o o que lhe abre a cova, o que lhe tange os sinos, e os que, cantando, o levam a enterrar; enfim, ainda o pobre defunto o não comeu a terra, e já o tem comido toda a terra."
Padre António Vieira

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

PORTUGAL NO PODIUM


Imagem de Andrew Johnson

ANDA A BRINCAR E NÓS A VERMOS


Imagem retirada daqui
Milu dixit: «O computador pode chegar onde um livro ainda não chegou»
Notícia IOL
Claro que sim! Todos nós sabemos que as crianças vão ler muitos livros no "magalhães"! Cansados que estão dos livros que têm nas prateleiras, agora só de "magalhães" na mão é que se sujeitam a tal suplício de Tântalo! E TUDO GRAÇAS A MILU E A SÓQUINHO!!!!
Daqui para a frente é só "coltura"!

REPETE LÁ OUTRA VEZ...

Imagem daqui

"Ministra destaca que «milhares de professores» já foram avaliados"

Notícia daqui

Mas, espera aí que eu estou confusa... Há uns tempos atrás não dizias que os professores nunca tinham sido avaliados?!

Ora não era este o processo pelo qual todos nós passávamos? Quer dizer... quase todos... os sindicalistas só se abdicassem das benesses que tinham...

DEIXA-TE DE FARSAS E DE TRETAS!

DECLARAÇÃO DO DESAMOR QUE NUTRO POR TI

Imagem daqui
Não gosto de ti, não gosto
Não gosto ti porque não
Não gosto de ti porque aposto
Que também não gostas de mim não!

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

SOMOS OS MAIORES!

Imagem retirada daqui

Por cá é tudo em grande:

ISTO

ISTO

ISTO

ISTO

e ... ISTO

ASSISTÊNCIA PASSO A PASSO

Não vale fazer batota! Clicar passo a passo pela ordem apresentada.

PASSO 1

PASSO 2

PASSO 3

PASSO 4

PASSO 5

Como ELA já se deu conta disto, ORDENOU...

LUZ AO FUNDO DO TÚNEL? SÓ SE FOR A DO COMBOIO!


"As Bodas de Canaan"
«Portugal reúne todas as condições para ser o study-case da política europeia que os nossos dirigentes, de vez em quando, sugerem que já é. Estamos muito mais endividados do que aquilo que ganhamos (é o que diz a nossa dívida externa) e não estamos a pagar as prestações do que devemos (é o que diz o défice).
Somos o parente pobre daquelas famílias ricas que às vezes é divertido, conta anedotas e diz "porreiro, pá" em festas onde se bebe muito, mas é incómodo porque não quer trabalhar. "O tio deu-lhe um bom emprego e ele continua a gastar tudo em mulheres e agora foi comprar um carro descapotável".
A continuar assim, Portugal poderá ser protagonista da resposta a uma pergunta histórica: será que a União Europeia deixará falir um país membro pelo acumular de erros de gestão, ou o "nacionalizará" como fazem aos bancos que, por ganância, incompetência e pilhança caem no vermelho? Se nos deixarem falir ficamos como o Kosovo. Um antro de oportunistas, traficantes e vigaristas tolerados na vizinhança por correcção política, a cujos filhos se dá um eurito de vez em quando com um "portem-se bem", mas onde queremos a Polícia de choque a manter as coisas longe de nós. Se nos nacionalizarem, a condição para a solvência é mandar para cá gestores profissionais que, tal como a força de paz do Kosovo, dialogam pouco.
Apenas dizem aos locais quais as ruas onde se pode transitar em sentido único, nos dois sentidos ou onde o trânsito está interdito. Depois, esses gestores vão transformar a nossa banca privada em balcões de um banco público pan-europeu de capitais mistos com sede regional na Culturgest, que reporta directamente a Berlim, Londres e Paris.
Vamos deixar de nos preocupar com coisas como o Orçamento de Estado, essa obra literária anual cujo estilo ainda não se conseguiu definir em três décadas de democracia porque hesita de ano para ano entre o absurdo e a ficção. Este ano, os dois géneros ombreiam em íntimo concubinato. Na área do absurdo, ressalta a proposta de transformar o crédito imobiliário malparado em sisudas parcelas de arrendamento que os devedores passariam a honrar com a religiosidade que já não temos. A proposta é tão mais absurda quanto diz que só é candidato a este milagre quem não tiver "mais de três meses" de incumprimento na prestação. Ou seja, o que o Orçamento de Estado para 2009 diz é o seguinte: Não pague durante três meses a prestação da casa porque o Estado socialista toma conta da sua dívida e vai poder continuar a saldá-la em suaves prestações de cerca de metade daquilo que hoje o esmaga e não o deixa dar largas à sua expressão pessoal tão bem traduzida em plasmas, playstations, telemóveis e tunning de automóveis baratos. E a casa continua sua. E ninguém diz para onde vai o resto da dívida nem quem é que a vai pagar.
Na área da ficção, o Orçamento prevê crescimentos para além de tudo o que já crescemos e diminuições de défices para aquém de tudo o que já descemos. E tudo isto no ambiente da maior crise financeira da historia da humanidade em que o dólar vale menos do que o bíblico shekel, que serviu de moeda de troca às tribos judaicas durante o êxodo. E é esta gente republicana e laica. Tanta fé no futuro não se via desde as bodas de Canaan.»

Texto de Mário Crespo no JN ONLINE

A DURA REALIDADE DE QUEM NÂO TEM NADA PARA POUPAR

DA FOME E DO MEDO

Observamos em volta e reconhecemos, com uma clareza dolorosa, o estado do País. Portugal não desempata, e as forças em presença demonstram ser incapazes de enfrentar, com grandeza e, simultaneamente, com humildade, a agressividade de um sistema, o capitalista, que "poucas vezes, ou nenhumas, foi verdadeiramente democrático" [Emmanuel Mounier, in A Esperança dos Desesperados, ed. brasileira]. Agora, apela-se, dramaticamente, à participação activa da sociedade. Ao ponto de, há dias, na reunião com Sarkozy e Durão Barroso, o extraordinário Bush, cuja trágica inutilidade é componente da crise, ter afirmado: "É urgente construir o capitalismo democrático." Tudo isto, incompetência, leviandade, submissão, arrogância, mentira, tem abrangido o conjunto das condições da nossa existência. Parece que habitamos no interior das ameaças do "Leviatã" e o estado de guerra instalou-se, de uma forma ou de outra, no interior de todos nós.
Ao proceder à exclusão de uma parte volumosa da sociedade, a classe dirigente pulverizou o contrato social que mantinha um certo equilíbrio civil. E os panegiristas da "nova ordem económica", que em duas décadas causou injustiças medonhas, e permitiu a ascensão crescente de uma casta sem ética nem dignidade, tentam recompor-se, criticando os estilos de consumo e a "ganância insustentável". Há mais fome no mundo, mais ressentimento, mais ódio e mais rancor. A crise veio desvelar o que uma espantosa (e bem dirigida) manipulação da informação e das consciências transformou em júbilo, o que, de facto, era monstruoso. A TVI exibiu, há pouco, uma reportagem de Rui Araújo, na qual a fome e o medo eram questões fundamentais. É um documento terrível. Araújo conta que, na Cova da Beira, há quem sobreviva com 80 cêntimos por dia, e os mais afortunados com três euros. Acaso os grandes interesses económicos não constituíssem intransponíveis obstáculos, a Cova da Beira poderia alimentar parte substancial do País. O repórter da TVI conta a história de um casal, ele tipógrafo, ela taxista, ambos desempregados, que foram coagidos, pelas circunstâncias, a abandonar Lisboa, onde viviam, e a instalar-se em casa de familiares, numa aldeia da Beira Interior, onde as coisas estão mais em conta. A reportagem não constitui uma parábola nem é uma metáfora: representa, na sua pungente exposição, a nossa perda de humanidade. Eis o panorama. Que nos oferecem José Sócrates e Manuela Ferreira Leite? Nada que rompa com o estabelecido. Ambos simbolizam organizações que se pretendem hegemónicas, actuando em esferas ideológicas muito semelhantes. Ambos favorecem um nivelamento progressivo das consciências e uma determinada forma de domesticação mental de que resultam as nossas múltiplas incertezas e os nossos medos permanentes.
Baptista-Bastos no DN de 22/10/08
*Sublinhados meus*

O NOSSO MUNDINHO

O Nosso Mundo é Este ...

O nosso mundo é este suado
Dos dedos dos homens
Sujos de morte.

Um mundo forrado
e pele de mãos
Com pedras roídas das nossas sombras.

Um mundo lodoso
Do suor dos outros
E sangue nos ecos
Colado aos passos…

Um mundo tocado
Dos nossos olhos
A chorarem musgo
De lágrimas podres…

Um mundo de cárceres
Com grades de súplica
E o vento a soprar
Nos muros de gritos.

Um mundo de látegos
E vielas negras
Com braços de fome
A saírem das pedras…

O nosso mundo é este
Suado de morte
E não o das árvores
Floridas de música

A ignorarem
Que vão morrer.
E se soubessem, dariam flor?

Pois os homens sabem
E cantam e cantam
Com morte e suor.

O nosso mundo é este….

( Mas há-de ser outro.)

José Gomes Ferreira

Imagem daqui

CONSELHOS PARA POUPAR...

Imagem daqui
Está habituado/a a ver pessoas com pasta e pasta do portátil?
Agora, que vem aí o Inverno, junte-lhe o chapéu-de-chuva.
E, como o tempo é de crise profunda, junte uma lancheira, bem grande, de preferência, para que dê para todo o dia!
Como já não há mãos que cheguem, alguma desta coisas tem de ser mochila.
Como mesmo assim não sobram mãos... deixa de fumar!
Leia AQUI os verdadeiros conselhos.

UM LIVRO SERÁ SEMPRE UM LIVRO!


Imagem daqui
Os Magalhães são apenas os Magalhães...

terça-feira, 21 de outubro de 2008

PARA CONHECER CONCRETAMENTE MAIS UM ABSURDO

Imagem> Protesto Gráfico




O novo regime de faltas dos alunos. Uma das asneiras que rapidamente vai ter de mudar... Para saber mais sobre o assunto clique AQUI

HAJA VERGONHA!

Imagem daqui
"Portugal entre os países com mais desigualdades"
Notícia IOL
Mas nós já sabemos que "quem anda com um coxo, aos três dias coxeia", logo mente com os dentes que lhe restam!
E por isso é que continuam a tomar medidas como a referida no post anterior! Tem lógica, não tem? A da batata, claro!

QUAL A LÓGICA? A DA BATATA!

Imagem retirada daqui
"Governo vai aumentar reformas mais altas da Função Pública"
Notícia TSF
E as panças vão continuar a crescer, a crescer, um dia, talvez, BUM!

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

TANTA ASNEIRA JUNTA! PIOR NEM DE ENCOMENDA!




Imagem daqui


















Designer> Protesto Grafico

ELA ERA LÁ CAPAZ DE UMA COISA DESSAS!

Imagem daqui
Andam a pensar que a Milu ministra anda a calar críticos... Mas que ideia a deles!...
Noticia CM
No entanto, pensando bem... eles lá sabem o que a casa gasta...

HÁ POR AÍ ALGUÉM LANÇADO AO METE NOJO



Imagem daqui
"SMS sobre manifestação de professores é «falso»" Notícia Sol
A DATA 15 DE NOVEMBRO CONTINUA AÍ, DE PEDRA E CAL!

sábado, 18 de outubro de 2008

TENHO UM DEDO QUE ADIVINHA, OU TINHA CÁ ESTA IMPRESSÃO

Imagem do "Impressões"

"Sócrates não quis ir de Falcon" Notícia Sol

Para economizar... vem aí 2009... pois sim...

MULTAS À LA CARTE, ESCOLHA A SUA!

Imagem daqui
"Cada português vai pagar 75 euros de taxas e multas"
Já que é assim, eu vou começar a pensar qual a infracção que vou cometer. . . talvez limite de velocidade no meu carro de alta cilindrada comprado com o chorudo aumento de ordenado destes últimos anos!

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

TRABALHAR DE GRAÇA ... SÓ OS CÃES!


Imagem retirada daqui
"A geração dos 500 euros", a pouco e pouco, vai sendo substituída pela "geração das borlas".
É o apoio aos jovens recém-licenciados e o incentivo aos estudantes...
Desta forma o sucesso da educação está garantido...

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

NÃO SE ESQUEÇA DE REPETIR O TRATAMENTO TODAS AS SEMANAS

Quando jogar, alivie o stress todo! JOGUE ATÉ AO FIM!

OPS

CARTAZ AFIXAR NAS ESCOLAS

RETIRADO DAQUI
CADA ESCOLA COM UM AUTOCARRO E UM CARTAZ!

CONTINUA A DAR QUE FALAR...

Imagem daqui
«Professores obrigados a louvar 'Magalhães'» Notícia CM
OBRIGADOS????????????????
CÁ PARA MIM JÁ ESTÁ TUDO MALUCO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

E A PORTA DA SALA NÃO ERA SERVENTIA DA CASA?
A QUE NOS VAMOS SUJEITAR MAIS?

POBREZA AUMENTA


"A Assistência Médica Internacional (AMI) alertou hoje para o empobrecimento das famílias em Portugal, referindo que o número de pessoas que procuram os seus serviços de apoio não pára de crescer."

Conheça os números AQUI

Como podemos ajudar? CLICAR

PORTUGAL EM BICOS DE PÉS

Imagem retirada daqui

"Pequenos por opção"
«Portugal reconheceu a independência do Kosovo. Vale o que vale. Nem o Kosovo se preocupa com Portugal, nem Portugal se preocupa com o Kosovo. Mas para quem ache que a coerência tem algum valor foi confrangedor ouvir o ministro Luís Amado. Explicou que com este reconhecimento se abre uma caixa de Pandora. Que tudo por ali foram erros. Conclusão: reconhece-se a independência. Porquê? Porque os nossos aliados (EUA) reconheceram e porque não queremos ser confundidos com quem tem problemas com nacionalismos internos (Espanha).
Que nada de relevante distingue o Kosovo da Abkazia ou da Ossétia do Sul, que a partir de agora é legítimo um país invadir territórios de um Estado para lhes dar a independência, que depois disto só pode vir a grande Albânia, com mais conflitos nos Balcãs... Nada disso interessa. Sobretudo depois de o ministro ter recebido directivas de Condoleezza Rice em visita a Lisboa. Um país de governantes pequenos será sempre pequeno. Só quer aparecer no boneco com os senhores crescidos. Não é sina. É uma escolha.»
Opinião de Daniel Oliveira no Expresso Online

NÃO ME LIXEM!

Produto anunciado aqui

"Ministério vai analisar avaliação no final do primeiro período"
Notícia DN
Onde se pode ler: «"Por já não influenciar nada e por dividirem os profissionais", os sindicatos não vão participar na manifestação de movimentos de professores a realizar uma semana mais tarde.»

Estou a ser tramada de dois lados!

A Lulu e "sus muchachos" sabem-na toda!
O sindicato, de tanto com eles conviver, não lhes fica muito atrás!
NÃO ME LIXEM!

terça-feira, 14 de outubro de 2008

SE BEM ME LEMBRO, MANIFESTAÇÃO É A 15 DE NOVEMBRO!

Imagem retirada daqui

"Fenprof acusa Ministério da Educação de continuar a falhar em questões como a avaliação dos professores"
Apesar de tudo...
"A Fenprof não tem nada a ver com a manifestação do dia 15, é uma manifestação que foi marcada com um discurso anti-sindical, que foi marcada contra os sindicatos e a Fenprof demarca-se completamente, porque para a Fenprof o importante é unir e não dividir"
PURA MENTIRA, MÁRITO! O CAROÇO DA MAÇÃ FICOU-TE ATRAVESSADO E O FEL QUE ELA CONTINHA ESPALHOU-SE-TE PELO CÉREBRO!
Os Professores querem união, mas não submissão!

TANTA TECNOLOGIA PARA NADA

Imagem daqui
«Escola 'interactiva' de Sócrates volta a usar giz e ardósia»
Notícia Sol
Agora imaginem que as cegonhas invadem em boa hora este nico de terra. E imaginem ainda que provocam apagões sucessivos.
O melhor mesmo é manter os quadros de ardósia logo ali à mão. É uma sugestão minha... pelo sim pelo não...

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

GORDON NÃO LHE CHEGA NEM AOS CALCANHARES!



Imagem retirada daqui

FORÇA, FORÇA COMPANHEIRO GORDON!
Quando disseram a Picasso, já velho, que os seus rabiscos de 45 segundos valiam uma fortuna, ele rectificou: "Não me levam 45 segundos, levaram-me 82 anos." O episódio foi contado, na semana passada, pelo primeiro-ministro inglês Gordon Brown. Ele estava a sublinhar o valor da experiência - a dos outros -, para chamar atenção para a sua. Ontem, o Palácio do Eliseu, em Paris, recebeu os líderes europeus que acabaram por decidir a nacionalização parcial da banca. Algum desconcerto havia de pairar naqueles salões prenhes de gente que viveu os últimos 20 anos a gabar o liberalismo puro e duro. O anfitrião Nicolas Sarkozy, por hábito mais expansivo, ilustrava esse mal-estar generalizado. Havia, porém, um experimentadíssimo político sobre aquilo que a reunião magna iria decidir: Brown. Já na Pré-História (no ano passado), ele resolvera a crise do privado Northern Rock com dinheiros do Banco de Inglaterra e há duas semanas fez o mesmo com o banco HBOS. Ele conhece o plano para salvar bancos: nacionalizá-los. Sócrates, se quisesse ter brilhado, poderia ter dito: "Sabem, sou do país do Vasco Gonçalves."»

Ferreira Fernandes no DN Online

Mas que raio de ideia a sua, Fernandes! O Sócrates iria lá dizer uma coisa dessas! "... se quiesse ter brilhado..." ora, ora... Se tanta gente renega Vasco Gonçalves, era logo o "inginheiro" que o ia ressuscitar ao mundo dos que lá estão para o dar como exemplo...

LEMBRAR QUEM FOI VASCO GONÇALVES AQUI

ÚLTIMA ENTREVISTA COM VASCO GONÇALVES AQUI

domingo, 12 de outubro de 2008

RIR FAZ BEM!

Imagem daqui

A Bruxa, a Branca de Neve e o Pinóquio encontram-se na floresta.
- Sou a mais linda do mundo! - diz Branca de Neve
- Sou a mais feia do mundo ! - diz a Bruxa
- Sou o maior mentiroso do mundo ! - diz Pinóquio
E então entram, um de cada vez, na Grande Caverna, para falarem com o Sábio da Floresta, o possuidor do Espelho Mágico da Verdade.
Branca de Neve entra e sai muito feliz: - Sou mesmo a mais linda do mundo!
A Bruxa entra tambem e sai toda sorridente: - Sou mesmo a mais feia do mundo!
Pinóquio entra por último, sai enfurecido e pergunta:
- F***-se !!!! Quem é o Sócrates ????

VERMES

Imagem retirada daqui

"O banco franco-belga Dexia, um dos que na Europa mais sofreu com a crise nos mercados financeiras, pagou na quinta-feira um jantar de luxo a mais de 200 convidados num hotel de Mónaco, noticia a agência de notícias belga"
Notícia completa Aqui
Comentário: Sem Comentário!
ARTIGO DE OPINIÃO CORRELACIONADO E MUITO A PROPÓSITO AQUI
E AINDA OUTRO AQUI