terça-feira, 30 de junho de 2009

TEXTO DE PEDRO ABRUNHOSA

"A contínua hostilização aos professores feita por este, e outros governos, vai acabar por levar cada vez mais pais a recorrer ao privado, mais caro e nem sempre tão bem equipado, mas com uma estabilidade garantida ao nível da conflitualidade laboral.O problema é que esta tendência neo-liberal escamoteada da privatização do bem público, leva a uma abdicação por parte do estado do seu papel moderador entre, precisamente, essa conflitualidade laboral latente, transversal à actividade humana, a desmotivação de uma classe fundamental na construção de princípios e valores, e a formação pura e dura, desafectada de interesses particulares, de gerações articuladas no equilíbrio entre o saber e o ter.O trabalho dos professores, desde há muito, vem sendo desacreditado pelas sucessivas tutelas, numa incompreensível espiral de má gestão que levará um dia a que os docentes sejam apenas administradores de horários e reprodutores de programas impostos cegamente.(…)O que eu gostaria de dizer é que o meu avô, pai do meu pai, era um modesto, mas, segundo rezam as estórias que cruzam gerações, muito bom professor e, sobretudo, um ser humano dotado de rara paciência e bonomia. Leccionava na província, nos anos 30 e 40, tarefa que não deveria ser fácil à altura: Salazar nunca considerou a educação uma prioridade e, muito menos, uma mais-valia, fora dos eixo Estoril-Lisboa, pelo que, para pessoas como o meu avô, dar aulas deveria ser algo entre o místico e o militante.Pois nessa altura, em que os poucos alunos caminhavam uma, duas horas, descalços, chovesse ou nevasse, para assistir às aulas na vila mais próxima, em que o material escolar era uma lousa e uma pedaço de giz eternamente gasto, o meu avô retirava-se com toda a turma para o monte onde, entre o tojo e rosmaninho, lhes ensinava a posição dos astros, o movimento da terra, a forma variada das folhas, flores e árvores, a sagacidade da raposa ou a rapidez do lagarto. Tudo isto entrecortado por Camões, Eça e Aquilino.Hoje, chamaríamos a isto ‘aula de campo’. E se as houvesse ainda, não sei a que alínea na avaliação docente corresponderia esta inusitada actividade. O meu avô nunca foi avaliado como deveria. Senão deveria pertencer ao escalão 18 da função pública, o máximo, claro, como aquele senhor Armando Vara que se reformou da CGD e não consta que tivesse tido anos de ‘trabalho de campo’. E o problema é que esta falta de seriedade do estado-novo no reconhecimento daqueles que sustentaram Portugal, é uma história que se repete interminavelmente até que alguém ponha cobro nas urnas a tais abusos de autoridade.Perante José Sócrates somos todos um número: as polícias as multas que passam, os magistrados os processos que aviam, os professores as notas que dão e os alunos que passam. Os critérios de qualidade foram ultrapassados pelas estatísticas que interessa exibir em missas onde o primeiro-ministro debita e o poviléu absorve.(…)"
Pedro Abrunhosa

(recebido por mail)

NÁ... NÃO ME PARECE


Consegue apaixonar-se por Sócrates?
ANTES A MORTE QUE TAL SORTE!

ÀS VEZES FAZER CONTA COM O OVO NO CU DÁ MAL RESULTADO

Imagem daqui
Manuela gere em segredo eventuais 'ministros'
Notícia DN

VÊ LÁ SE O OVO É MUITA GRANDE....

domingo, 28 de junho de 2009

A VERSÃO FEMININA DO PINÓCRATES


Ferreira Leite só quer «verdade» na campanha

Notícia IOL

sábado, 27 de junho de 2009

TUDO É FUGAZ

A "sinistra" do nosso descontentamento admitiu que quotas para classificações de mérito afinal são transitórias
Notícia Público
Lulu (devidamente instruída pelo maestro mor) entrou a matar. Não se lembraram, os ditos, que tudo é fugaz... que o que hoje é amanhã passou... A vida tem destas coisas!


sexta-feira, 26 de junho de 2009

PRESTES A DEIXAR-NOS...


É COM MÁGOA QUE PREVEJO O FIM DO MANDATO DO "PROVEDOR DA GENTE"
Notícia Sol

ESTA É DEMOLIDORA!


Imagem daqui
O "ÓRGULHO" DA SINISTRA OU OS SEUS OLHINHOS DA CARA
Ler no Sol
Pois... 'tá-se!
(Não a querem lá para Fátima para servir de castiçal?)

quinta-feira, 25 de junho de 2009

PARA ESTA MESA JÁ NÃO VEM MAIS NADA


«Sigam o exemplo de Portugal na educação»
Ao que o "Vade" pode apurar, Don Tapscott é também um fazedor de poemas. Conheça UMA das suas obras.

GERAÇÃO Y, NO TRILHO "HENRIQUINO"



Imagem daqui

«cada geração de portugueses continua a obra de D. Afonso Henriques, fazendo-lhe um acrescento que é uma renovação»

Esta foi a fava com que o rei do bolo nos brindou

segunda-feira, 22 de junho de 2009

ESTÁ FINALMENTE JUSTIFICADO


Ferreira Leite afirma que «pressionar eleitores não é próprio da democracia»
Notícia TSF
EUREKA!
(Conseguimos finalmente perceber o busílis da questão..., democracia interrompida, seis meses, coisa e tal...)
JÁ HAVIA POUCOS CROMOS, SÓ FALTAVA MAIS ESTE...

sábado, 20 de junho de 2009

O "MENINO D'OIRO" VAI TER MUITO QUE DAR AO COIRO



Imagem retirada daqui


UMA IMEEENNNNSSSA TERNURA....

POR GRAÇA...



Como tirar?



"Numa entrevista ao semanário ‘Expresso’, Lino afirmou que já não tem “idade para estar no Governo”, deixando assim no ar a possibilidade de não voltar a integrar o Governo PS, caso voltem a vencer as eleições legislativas, ainda sem data marcada."

No CM

CHORAR? JAMÉ!

SE FOSSE CÁ, ERA UM ENXAME


Imagem daqui
A partir de um reflexão da "Câncinho" a propósito de moscas.
COMENTÁRIO: Pois, "rica"...
Se fosse cá, não era uma, era um enxame!
A PROPÓSITO:
Que tal inventar UM em forma de ASSIM?

A DESBUNDA


CONTINUAREI SEM VOTAR EM VOCÊS!

sexta-feira, 19 de junho de 2009

UM MUST!

Resultados das provas de aferição: UMA ESCALADA DE SUCESSO!
Aponto, para já, três causas para tamanho sucesso:
1ª- O facto de Mlú, a tenebrosa, ser a Sinistra da DESeducação;
2ª- O facto da tenebrosa ter ajudado a criar um excelente ambiente de trabalho junto dos professores;
3ª- A atribuição dos "Magalhães" aos alunos que estudaram
"bués".
QUE SERIA DE NÓS SEM VÓS?

quinta-feira, 18 de junho de 2009

"O" erro

POR SINAL, ERRO FATAL!

Imagem retirada daqui

«Um dos erros que cometemos foi deixar instalar a ideia de que agíamos contra algumas classes profissionais. Claro que não agimos contra as classes. Nunca dei crédito a esse argumento, mas instalou-se essa ideia»


Dixit J.S., o "inginheiro", ontem na Sic

QUE MIMÓIRA ZÉZITO, QUE MIMÓIRA...


ALGUMAS PÉROLAS:


"admito que perdi os professores, mas ganhei a opinião pública" (Maria de Lurdes Rodrigues, Junho/2006)


"vocês [deputados do PS] estão a dar ouvidos a esses professorzecos" (Valter Lemos, Assembleia da República, 24/01/2008)


"caso haja grande número de professores a abandonar o ensino, sempre se poderiam recrutar novos no Brasil" (Jorge Pedreira, Novembro/2008)


"quando se dá uma bolacha a um rato, ele a seguir quer um copo de leite!" (Jorge Pedreira, Auditório da Estalagem do Sado, 16/11/2008)


"[os professores são] arruaceiros, covardes, são como o esparguete (depois de esticados, partem), só são valentes quando estão em grupo!" (Margarida Moreira - DREN, Viana do Castelo, 28/11/2008)

O MAIORAL


Imagem retirada daqui

quarta-feira, 17 de junho de 2009

ESPERA QUE NÃO TARDA PL'A DEMORA!




NETO E AVÔ
A PRÓXIMA "BESTA"?
Opinião do "Comendador" no Expresso

terça-feira, 16 de junho de 2009

NÃO CAÍU A SINISTRA, CAEM TODOS!



'BORA LÁ PESSOAL!

ELE ESTÁ A COMEÇAR A PIAR FININHO...

Notícia IOL

------------------------

AFINAL...

ainda usa falsete



"VOTOZINHOS", A QUANTO OBRIGAM!


Imagem retirada daqui
COMO É, COMO É?
TGV PR'ÁGORA? JAMÉ!!!

quinta-feira, 11 de junho de 2009

DIA MUNDIAL CONTRA O TRABALHO INFANTIL



"Mais de 200 milhões de crianças continuam a ser forçadas a trabalhar diariamente no Mundo, alerta a Organização Internacional do Trabalho, salientando que "três em cada quatro desses menores estão expostos às piores formas de exploração laboral"."


terça-feira, 9 de junho de 2009

PRÉMIO LEMNISCATA


Este prémio foi atibuído pelo blogue BILROS & BERLOQUES
"O selo deste prémio foi criado a pensar nos blogs que demonstram talento, seja nas artes, nas letras, nas ciências, na poesia ou em qualquer outra área e que, com isso, enriquecem a blogosfera e a vida dos seus leitores.
Cabe, mais uma vez, a difícil tarefa de repassar este selo a 7 blogues considerados merecedores de receber este prémio", devendo eles proceder de igual modo.
Assim, escolho:
Sobre o significado de LEMNISCATA
LEMNISCATA: “curva geométrica com a forma semelhante à de um 8; lugar geométrico dos pontos tais que o produto das distâncias a dois pontos fixos é constante.
” Lemniscato: ornado de fitas Do grego Lemniskos, do latim, Lemniscu: fita que pendia das coroas de louro destinadas aos vencedores (In Dicionário da Língua Portuguesa, Porto Editora)
Acrescento que o símbolo do infinito é um 8 deitado, em tudo semelhante a esta fita, que não tem interior nem exterior, tal como no anel de Möbius, que se percorre infinitamente.

Texto da editora de "Pérola da cultura" (Copiado do Bilros)

MÁ SORTE NÃO TER NASCIDO ALEXANDRA

Imagem retirada daqui

ASSA CANAS



O TEMPO VAI ESTANDO... QUENTE DE RACHAR...

O "DIA DA RAÇA"















"À noite, o chefe de Estado irá oferecer um banquete no Convento de São Francisco."

"O Presidente da República dá hoje início às comemorações oficiais do 10 de Junho, que irão decorrer até quarta-feira em Santarém e incluem uma homenagem a Salgueiro Maia, além das tradicionais condecorações atribuídas no Dia de Portugal."

O CROMO


Retirado daqui
"...não existe «algo mais importante para os superiores interesses de Portugal do que a escolha de um português para presidente da Comissão Europeia»."
COMENTÁRIO: ESTA É DE MESTRE!

segunda-feira, 8 de junho de 2009

MA QUE COSA...

Imagem retirada daqui

"A Coisa Berlusconi"

"Não vejo que outro nome lhe poderia dar. Uma coisa perigosamente parecida a um ser humano, uma coisa que dá festas, organiza orgias e manda num país chamado Itália. Esta coisa, esta doença, este vírus ameaça ser a causa da morte moral do país de Verdi se um vómito profundo não conseguir arrancá-la da consciência dos italianos antes que o veneno acabe por corroer-lhes as veias e destroçar o coração de uma das mais ricas culturas europeias. Os valores básicos da convivência humana são espezinhados todos os dias pelas patas viscosas da coisa Berlusconi que, entre os seus múltiplos talentos, tem uma habilidade funambulesca para abusar das palavras, pervertendo-lhes a intenção e o sentido, como é o caso do Pólo da Liberdade, que assim se chama o partido com que assaltou o poder. Chamei delinquente a esta coisa e não me arrependo. Por razões de natureza semântica e social que outros poderão explicar melhor que eu, o termo delinquente tem em Itália uma carga negativa muito mais forte que em qualquer outro idioma falado na Europa. Foi para traduzir de forma clara e contundente o que penso da coisa Berlusconi que utilizei o termo na acepção que a língua de Dante lhe vem dando habitualmente, embora seja mais do que duvidoso que Dante o tenha utilizado alguma vez. Delinquência, no meu português, significa, de acordo com os dicionários e a prática corrente da comunicação, “acto de cometer delitos, desobedecer a leis ou a padrões morais”. A definição assenta na coisa Berlusconi sem uma prega, sem uma ruga, a ponto de se parecer mais a uma segunda pele que à roupa que se põe em cima. Desde há anos que a coisa Berlusconi tem vindo a cometer delitos de variável mas sempre demonstrada gravidade. Além disso, não só tem desobedecido a leis como, pior ainda, as tem mandado fabricar para salvaguarda dos seus interesses públicos e particulares, de político, empresário e acompanhante de menores, e quanto aos padrões morais, nem vale a pena falar, não há quem não saiba em Itália e no mundo que a coisa Berlusconi há muito tempo que caiu na mais completa abjecção. Este é o primeiro-ministro italiano, esta é a coisa que o povo italiano por duas vezes elegeu para que lhe servisse de modelo, este é o caminho da ruína para onde estão a ser levados por arrastamento os valores que liberdade e dignidade impregnaram a música de Verdi e a acção política de Garibaldi, esses que fizeram da Itália do século XIX, durante a luta pela unificação, um guia espiritual da Europa e dos europeus. É isso que a coisa Berlusconi quer lançar para o caixote do lixo da História. Vão os italianos permiti-lo?"
José Saramago
(surripado daqui)
BOA JOSÉ!

A MIM NÃO M'ENGANAS TU!


O PAU SECO NÃO É ALTERNATIVA A NADA!

domingo, 7 de junho de 2009

YES!


OLÉ! OLÉ! VAIS LEVAR UM PONTAPÉ!

MORAL DA HISTÓRIA


Um coelhinho felpudo estava fazendo suas necessidades matinais quando olha para o lado, e vê um enorme urso fazendo o mesmo.O urso vira-se para ele e diz:
- Hei, coelhinho, soltas pêlos?
O coelhinho, vaidoso e indignado, respondeu:
- De jeito nenhum, venho de uma linhagem muito boa...
Então o urso pegou o coelhinho e limpou o cu com ele.

MORAL DA HISTÓRIA:CUIDADO COM AS RESPOSTAS PRECIPITADAS, PENSA BEM NAS POSSÍVEIS CONSEQUÊNCIAS ANTES DE RESPONDER

No dia seguinte, o leão, ao passar pelo urso, diz:
- Olá amigo urso! Com toda essa pinta de bravo, forte e machão vi-te ontem, dando o cu pra um coelhinho felpudo. Já contei a toda a gente!!!

MORAL DA MORAL: PODES ATÉ SACANEAR ALGUÉM, MAS LEMBRA-TE QUE EXISTE SEMPRE ALGUÉM MAIS FILHO DA PUTA QUE TU!

"O problema de Portugal é que, quem elege os governantes não é o pessoal que lê jornal,mas quem limpa o cu com ele!"

(recebido por mail)

sexta-feira, 5 de junho de 2009

quinta-feira, 4 de junho de 2009

DOMINGO, SIGAMOS-LHES AS PISADAS



Vital com zero votos para o Conselho Científico da Faculdade de Direito

Notícia Sol

VAMOS PÔ-LOS A DESTILAR BICAS DE SUORES FRIOS

MUITO RISO, POUCO SISO.



SE NÃO TENS MEMÓRIA CURTA, NÃO VOTES PSD!






TENS UM PINGO DE VERGONHA NA CARA? NÃO VOTES PS!!!!
É TEMPO DE MUDAR!