sexta-feira, 8 de agosto de 2008

DEDICADO À BORBOLETA


"Colhe o dia, porque és ele."
Ricardo Reis

Deixa os outros andarem à procura dele.

Se está perdido, já não se pode encontrar...

O passado ficou lá atrás.

Imagem daqui



4 comentários:

Borboleta disse...

fiquei comovida com a homenagem. =) tu és das pessoas que melhor sabe o tempo que eu andei em busca não daquele mas de outro tempo perdido. Que perda de tempo (suspiro). Hoje vou colher o dia e saboreá-lo.

"Cada dia sem gozo não foi teu
Foi só durares nele." RR

Começo a achar que tenho de ir rever as minhas aulas de português...que saudades!

Beijinho,
carpe diem, hurtiga

Hurtiga disse...

Carpem die, borboleta!

Deixa que o teu "menino Jesus" te guie. Ele também vive dentro de ti. Dá-lhe a mão. Segue o teu percurso, lado-a-lado com ele, despreocupadamente. Se fizeres isso, estarás bem entregue!

:)

borboleta disse...

oh, eu já te tenho a ti como fada madrinha :)

Moriae disse...

Anjo da Guarda :-)
Desculpem intrometer-me mas ... como o pequenito Jesus num me diz nada (a não ser aulas de moral e algumas pessoas) remeto para os Anjinhos da Guarda.

Eles são a nossa maior essência! Encontrá-los em nós é - para mim - o fim último, o bem-estar total.

Na vida, vamos tendo 'laivos', não é? E sim, há fadas como a Hurtiga - falo por mim :-)

abraço,
M.