sábado, 13 de junho de 2009

A EVOLUÇÃO DE UM CASO DE AMOR FRUSTRADO
















3 comentários:

Kaotica disse...

Enquanto estes andam de candeias às avessas, os outros já estão com um olho no burro, outro no cigano, a ver quem vai fazer os negócios chorudos de TGVs e outros mamutes brancos. Uns a ver se mantêm as negociatas em curso com os amigalhaços antes de passarem a pasta; os outros já a sonhar com o poder, a não querer que se apressem para ainda chegarem eles a tempo. Uma vergonha sem vergonha nenhuma. Eis o resultado das últimas eleições: revelaram-se todos mais um pouco. Também não se espera nada dessa gente, nem desta que aqui trazes.

Vesgo disse...

Como Vesgo, curiosamente, vejo nas fotos dois "gaizolas" numa só carne...
Mais: Até me parece que o passivo na relação é o Algarvio. Aliás, muito passivo.
Mas relações promíscuas com zangas pelo meio são normais nestas relações, ou não?
Já não sei…
Será da vesgueira?..

Hurtiga disse...

Não Vesgo! ACERTOU! É mesmo assim como diz. Desta vez foi tiro e queda!